Sua vida sexual não acaba

Recebo muitos (muitos mesmo) e-mails de pessoas achando que sua vida sexual acabou agora que é um soropositivo, resolvi escrever um post para tentar mostrar que sua vida sexual não precisa mudar para pior ou até mesmo deixar de existir! Ela só precisa ser “ajustada” digamos assim!

O que isso quer dizer? Ser “ajustada”?

A partir de agora você precisa pensar em segurança! Segurança pra você, e segurança para o seu(s) parceiro(s) contra o HIV e contra outras doenças sexualmente transmissíveis, e possivelmente uma nova variação do próprio vírus HIV.

A partir de agora eu só posso manter relações sexuais com outras pessoas que também são soropositivos??

Se você praticar sexo seguro, você pode manter uma relação sexual com qualquer pessoa. No entanto, sexo anal ou vaginal desprotegido com outra pessoa, seja ela positivo ou negativo, não é recomendado. Mesmo que seu parceiro seja positivo, ambos correrão o risco de adquirir outra doença sexualmente transmissível (DST) a possivelmente uma co-infecção de uma nova variante do HIV.

Como eu já disse anteriormente, quando você for ter um contato sexual com outra pessoa, você deve pensar sempre em proteção! Para o seu parceiro e principalmente para você!

Por que principalmente para mim??

O vírus do HIV ataca a sua imunidade, se você é um soropositivo, sua imunidade é comprometida e você estará bem mais propenso a contrair uma nova DST. A única maneira de cuidar bem de si mesmo, é garantir que você não vai fazer nada que vá afetar negativamente a sua saúde. Para fazer isso, você precisa praticar sexo seguro com toda e qualquer pessoa.

Já que eu tenho HIV, eu realmente preciso me preocupar com outras DSTs??

Sim!! Você precisa! Mais do que nunca eu diria! Certas DSTs, como a clamídia e a gonorreia, são mais propensas a causarem doença inflamatória pélvica em mulheres que são HIV-Positivo. E  o papilomavírus humano (HPV), uma outra DST, fica mais susceptível a causar lesões anais pré-cancerosas do colo do útero em pessoas vivendo com HIV. Além do mais, essas e outras DSTs podem ser mais difíceis de tratar, se o HIV também está presente. Saiba que certas DSTs como a herpes, cancro e sífilis pode tornar mais fácil para que você possa transmitir o vírus se você ou seu parceiro tem.

Qual a real possibilidade de eu contrair uma nova variação do vírus HIV?

A possibilidade é grande e bem real, há relatos de pessoas HIV-positivas que se infectaram com variações do vírus, incluindo as formas resistentes do vírus. Enquanto não se sabe com que frequência ocorrem tais “superinfeções “, existe um risco com consequências potencialmente graves.

Se eu manter a minha carga viral indetectável usando medicamentos, eu  posso fazer sexo desprotegido?

Se você é soropositivo, você pode transmitir o vírus do HIV ao seu parceiro! Ponto!! Dito isso, estudos indicam que manter uma carga viral indetectável, enquanto no tratamento com antirretrovirais, reduz drasticamente o risco de contaminação do HIV.  Mas mesmo sendo um risco menor, ainda assim é um risco!!

Pontos Importantes

  • Sexo é bom para a saúde! Seja você soropositivo ou não! Desde que feito com segurança e responsabilidade.
  • Use sempre camisinha! A camisinha ainda é o método mais eficaz para se prevenir contra muitas doenças sexualmente transmissíveis, como o HIV ou a AIDS, alguns tipos de hepatites e a sífilis, por exemplo. Além disso, evita uma gravidez não planejada.
  • Você não tem nenhuma obrigação, de dizer para quem quer que seja, que você é um soropositivo, você tem DIREITO ao sigilo! Mas tem a OBRIGAÇÃO de ter uma relação segura e protegida se a pessoa não sabe de sua sorologia.

Autor do Post Jeff

Eu sou o Jeff! Muito prazer! Sou soropositivo há 15 anos. Levou bastante tempo até eu aceitar essa minha nova condição e realidade, e depois de alguns percalços da vida eu levo uma vida boa e feliz! Criei esse blog para tentar te mostrar, que a vida é muito maior do que um mísero vírus e que não podemos fazer nossa vida girar em torno disso.

2 Comentários em “Sua vida sexual não acaba

    Nd ( 31/03/2017 - 7:15 AM )

    Amigos, tenho algumas dúvidas… Quem poderia me responder?

    1) A lipodistrofia é um sintoma que ainda ocorre para quem está tomando a medicação mais moderna?
    2) Se você faz direitinho o tratamento, ainda sim pode ocorrer algum sintoma como na fase aguda, tipo dor na garganta, calafrios…. Ou fica assintomático?
    3) Queria saber da experiência de vocês em relação ao trabalho… Em algum momento, seja na fase aguda ou depois no decorrer do tratamento, houve problema de ter que se afastar do trabalho, nem que seja por um tempo?

    Aurea V Martins ( 24/03/2017 - 6:23 PM )

    Amei o site, estão de parabens!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *