Exames

Viver com HIV, significa que você vai precisar controlar sua saúde com uma certa regularidade e fazer muitos exames regularmente.  Você vai tirar sangue a cada três a seis meses para ver saber se o seu tratamento está funcionando ou não. E ver a quantas anda a sua saúde no geral. Aqui estão alguns dos exames que precisa se familiarizar:

CD4

O famoso exame de contagem de células CD4!
CD4s são sistema imunológico glóbulos brancos (também chamadas de células T) que combatem invasores em seu corpo. Essas são as células que o HIV ataca e destrói. Uma contagem normal de células CD4 varia entre 404 e 1612 células por milímetro cúbico de sangue (esses são os valores de referencia do exame), mas se o HIV não for tratado o CD4 pode chegar a zero. Abaixo de 200, você corre um grande risco de uma infecção relacionada à AIDS ou uma doença oportunista como o sarcoma de kaposi e a tuberculose por exemplo. Atualmente, o ministério da saúde, recomenda o início do tratamento já quando se é diagnosticado.

Carga Viral

Este teste verifica a quantidade de HIV no sangue e é usado frequentemente para verificar se o tratamento está realmente funcionando. Um resultado “indetectável”, (uma carga viral abaixo das 50 cópias do vírus por milímetro cúbico de sangue) indica que a terapia está fazendo o que deveria fazer. Uma carga viral que deixe de ser indetectável enquanto em tratamento, ou se torna detectável novamente, pode significar que o tratamento parou de funcionar de forma eficaz. Então é preciso fazer algo a respeito. Se você está nessa situação, converse com o seu médico.

Hemograma completo

Um hemograma completo mede as células principais, glóbulos vermelhos do sangue, nomeadamente, glóbulos brancos e plaquetas. Um hemograma completo é importante, pois ele pode ajudar você e ao seu médico determinar a causa da possível fadiga, fraqueza, infecção, hematoma ou sangramento. A própria infecção pelo HIV, outras doenças e os antirretrovirais usados ​​para tratar o vírus podem causar anormalidades no hemograma.

Colesterol (Lipídios no sangue)

Este mede as gorduras no sangue (lípidos), incluindo o colesterol e triglicérides. Alguns medicamentos de HIV podem aumentar as gorduras no sangue, e elevadas concentrações de gordura, pode ser um sinal de aumento do risco de doenças cardíacas.

Glicose (Açúcar sanguíneo)

Açúcar elevado no sangue (também chamado de glicose) pode ser um sinal de resistência à insulina, o que pode se transformar em diabetes. Alguns medicamentos de HIV podem colocar você em maior risco de diabetes.

Fígado e função renal

Estes testes mostram quão bem esses dois órgãos estão funcionando. Seu fígado processa tudo que você tomar, e alguns medicamentos de HIV podem causar problemas de toxicidade hepática e renal. Testes do fígado são especialmente importantes se você também tiver hepatite B ou C.

Genotipagem HIV (Testes de resistência a drogas)

Apesar de não ser um exame imprescindível para o seu tratamento e não precisar ser periódico, logo que  você é diagnosticado, o médico pode querer saber a quais dos antirretrovirais disponíveis o seu vírus é mais resistente e quais medicamentos são mais eficazes contra ele. Isso pode ajudar a orientar o seu tratamento. Este exame também é útil para as pessoas cuja carga viral passou a ser detectável novamente.

Autor do Post Jeff

Eu sou o Jeff! Muito prazer! Sou soropositivo há 15 anos. Levou bastante tempo até eu aceitar essa minha nova condição e realidade, e depois de alguns percalços da vida eu levo uma vida boa e feliz! Criei esse blog para tentar te mostrar, que a vida é muito maior do que um mísero vírus e que não podemos fazer nossa vida girar em torno disso.

47 Comentários em “Exames

    juliana ( 21/09/2017 - 6:35 PM )

    olá pessoal hj estou mais que feliz! graças á Deus . minha irmã fez um exame e deu soro positivo isso faz mais de 10 anos , ela faz tratamento toma o tal do coquetel porem os exames dela só dá indetectável eu sempre mandei ela repeti o exame essa semana por eu insistir muito ela repetiu ela acabou de mim ligar chorando muito pois o resultado deu não reagente. estou muito,muito feliz.ela ainda esta pcom duvidas por ter tomado o medicamento por tanto tempo e isso ter influenciado no resultado mas acredito que não tem nada será? mesmo assim estou feliz.

    Marcio Luis ( 13/06/2017 - 9:38 PM )

    Oa amigo, em maio de 2015 apos descobrir que uma pessoa que fiz sem anal receptivo no final de 2012, morreu em fevereiro de 2015 de aids, a nao houve enjaculaçao do parceiro dentro de mim foi uma penetraçao rapida, como disse fiz um teste rapido de hiv comprado na internet, deu positivo, depois em outubro de 2015 fiz outro teste tambem comprado na internet, deu negativo,em novembro 2015 outro negativo,em março de 2016 negativo e agosto 2016 dois testes rapidos da Alere negativos, posso ficar tranquilo?

      Jeff ( 14/06/2017 - 2:30 PM )

      Oi Marcio,

      Para você ficar tranquilo mesmo faça um teste na rede pública, esses da internet, dependendo da procedência, não são muito confiáveis, sugiro que você vá no posto de saúde do seu bairro e faça um teste, o teste é sigiloso, gratuito e confiável, e o resultado sai em até 45 minutos.

      Um abraço

    Luiz ( 21/05/2017 - 7:55 PM )

    Boa noite, estou em tratamento TARV a um ano, desde que descobri minha sorologia.. tomo o 3 em 1.. lamivudina/tenofovir e efavirenz, no 8° dia tive uma alergia tensa mas continuei a alergia continuou forte por mais o menos um mes.. e só foi parar de coçar mesmo uns 6 meses depois.. mas fiquei com a pele dos braços muito grossa.. estou indetectavel desde o primeiro mês de tratamento.. porem meus niveis de TGP e TGO (Agora AST e ALT) só vem aumentando.. já está acima do limite indicado o qual seria 41 o máximo o TGP e o meu está 60, mas minha médica não quer trocar o remédio.. agora estou hipertenso com 26 anos.. acredito que pode ser causa do tratamento TARV.. mas minha médica diz que não… Jeff vc toma a muito tempo o tratamento e seus níveis de TGP e TGO são normais? alguém passou ou passa por algo parecido? queria saber.. estou querendo trocar de médica… pegar uma segunda opinião..

      Jeff - Viver com HIV ( 21/05/2017 - 9:11 PM )

      Oi Luiz,

      Os meus níveis de TGO e TGP só subiram muito quando eu peguei tuberculose e os remédios do tratamento eram muito fortes e causavam uma maior toxicidade nos rins e no fígado, depois que eu terminei o tratamento da tuberculose e não precisava mais tomar os remédios do tratamento da TB, os níveis voltaram ao normal. E hoje em dia estão normais, tomo o kaletra há 5 anos já e nunca me deu alteração. Pelo que sei, esses níveis alterado sim, pode ser por causa da medicação. Mas até onde eu sei, posso estar errado! Mas o que a tua médica te fala sobre esses níveis alterados? Ela atribui a quê? Acho que seria bom uma segunda opinião sim. Eu procuraria uma segunda opinião.

      Um abraço

    Andreia ( 31/03/2017 - 10:55 PM )

    Elisa eu não tive sintomas… Ainda não comecei com os remédios pq o retorno no infectologista tá pro dia 18/04. Eu tbm não falei pra ninguém. Nao confio em ninguém. So meu namorado que sabe. Vai numa cidade proxima e faça o exame. Tire esse peso dá sua cabeça. Eu descobri por acaso…Como tenho mto problema de memória os médicos suspeitam que tenho Alzheimer ai me pediram muitos exames e entre eles o HIV, fui tão tranquila fazer, não passava pela minha cabeça que eu tivesse… Mas enfim, deu positivo..N hora eh um susto, ainda choro as vezes… Mas minha vontade de viver eh maior que esse medo que nos assombra.

    Marcos ( 31/03/2017 - 12:51 AM )

    Eliza! Não conte pra nenhuma amiga, confie em poucas pessoas, como sua cidade é pequena vc tá certa em ir a outra cidade. Você pede segredo, mas sabe como é ne?
    Desejo sucesso no tratamento e manter a cabeça boa é a melhor saída.
    ..
    Marcos

    Marcos ( 31/03/2017 - 12:43 AM )

    Descobri ser portador do hiv em Dezembro /16, minha maior tristeza foi saber que contaminei meu namorado, mas se não fosse por ele talvez eu ja estaria com Aids.
    Então, tentei não ter depressão, pratico esportes, cuido da alimentação sempre que possível é ja a 3 meses tomo os retrovirais, não tive muitos problemas no início, mas agora vivo com aftas super dolorosas na língua, fui ao infecto de plantão e ele passou remédio pra Herpes( fiquei surpreso), melhorou mas não acabou o problema, agora devido mudança de temperatura a garganta inflamou e novamente fui ao infecto e dali remédios, minha preocupação é se os retrovirais tão fazendo efeito, ainda vou fazer a segunda carga viral pra saber se melhorou meu cd4 e meu retorno a minha infecto será so em Maio.
    Não aguento mais tantas aftas na língua. Alguns de vocês tiveram isso? O que sinto é so isso.
    Grande abraço!
    Marcos

      Tyago Carvalho ( 15/06/2017 - 10:54 AM )

      as aftas tem inúmeras causas: imunidade baixa por alguma patologia até stress mesmo, o importante é que continue a utilizar a medicação e conversar com sua médica para prescrever algum sintomático além do tto para herpes que já está realizando, existem diversas apresentações ( sprays, por exemplo; apesar de ser médico, não vou fornecer nomes de medicações). Não fique paranóico com o resultado de seus exames, vale lembrar que a terapia antiretroviral é extremamente eficaz em reduzir a carga viral, mas pode levar um tempo para seu sistema imunológico se recuperar.

    Eliza ( 30/03/2017 - 12:22 PM )

    Pessoal, tô desesperada, muuuuuuuito, fiquei com várias pessoas sem uso de preservativo, tipo bastante, aí parei pra pensar agora, depois de tudo isso, quando surgiram umas úlceras na genitália, fiquei horrorizada pensando qq poderia ser, aí pesquisei outras DST’s, li sobre todas que poderiam ser, não consigo me enquadrar, mais próximo Herpes, e que nunca havia parecido antes, associei diretamente ao HIV, tô horrorizada, tenho quase certeza que tenho, não tenho forças e coragem pra ir fazer os exames, minha GO pediu todos os exames de DST’s, Hepatite B também, tive várias vezes infecções por cândida, também é um sintoma de HIV, chorei bastante, não consigo tirar da cabeça, pois acho muito difícil dar negativo pela quantidade de pessoas que envolve, fazendo uma estimativa que a cada 5 pessoas que ficamos deve ter ficado com mais umas 15, é assustador, estou em choque, não sei como vou enfrentar o dia a dia, completei 19 anos agora.
    Pensei em fazer os outros exames, exceto HIV, tratar primeiro as outras DSTS’s que estou com sintomas, caso confirme, tratar tooooodas e depois fazer o de HIV, pra não cair na depressão! Estou envergonhada! Sem chão, morrendo aos poucos!

      andreia ( 30/03/2017 - 3:03 PM )

      Eliza primeiramente tenta manter a calma. A principio é realmente assustador, mas nao sofra por antecedencia, faça a sua parte, faça TODOS os seus exames, inclusive o do HIV, quanto antes voce tirar esse peso da duvida, mais leve sua vida vai ficar. Hoje em dia nao se morre mais dessa doença, tem tratamento, igual tem pra diabete, pressao alta e tantas outras!!

      Pode parecer mentira, mas aqui voce vai encontrar um apoio muito grande. Todos são mto receptivos, e espero de coração que voce não esteja com hiv. Faça o exame e volte aqui pra contar pra gente.
      Bjos

        Eliza ( 30/03/2017 - 5:55 PM )

        Estou com muito medo, não tenho coragem de fazer o de HIV, pq comentei com algumas colegas, e ela vão querer saber o resultado, por isso não quero fazer, pra dar negativo, somente DEUS, por que abusei muito com a sorte, sem pensar é claro! Tbm tenho medo de realizar o exame aqui, por que moro numa cidade muito pequena, cerca de 70.000 habitantes, conheço bastante pessoas, tenho medo que alguém do laboratório fale algo! Pensei em ir na cidade vizinha pra realizar o exame de HIV!
        Quais foram os sintomas de vocês? Como foram infectados?

    Dilson ( 15/03/2017 - 4:32 PM )

    Boa tarde galera!

    Fui diagnosticado em novembro de 2016, no momento que recebi o exame, me passou um filme na cabeça, uma vez que não esperava ter HIV positivo. Depois da depressão, lágrimas e preocupação…. busquei muitas informações, e graças à Deus, não é exatamente o que pensávamos, quando não temos ciência e conhecimento de fato como funciona o vírus, o tratamento, etc. Hoje estou mais tranquilo, pois estamos nessa, e forças para iniciar o tratamento, e viver feliz da maneira que for possível… Bom, já consultei com enfermeira da unidade, com a Dr.a Infectologista, já fiz os primeiros exames básico, e antes de ontem fui consultar novamente com a Dr.a, que já me receitou os antirretrovirais. Me surgiu várias dúvidas sobre a nova implantação em 2017, sobre os novos antirretrovirais 2 em 1, pra ser mais exato: Dolutegravir (tenofovir e lamivudina) no sistema SUS. Já tinha lido sobre o tratamento 3 em 1 (tenofovir, lamivudina e efavirenz). Quero a opinião das pessoas entendidas no assunto, sobre o novo tratamento antirretroviral 2 em 1, e também sobre o resultado da minha carga viral, que foi de CD4: 462 e CD8; 36.011. Att, abração e fiquem com Deus!!!!

    Obs.: Somente para trocar ideias, nada oficial, pois de oficial, temos os profissionais experientes!

    Andreia ( 10/03/2017 - 8:41 AM )

    Bom dia! Com lágrimas nos olhos…Um aperto no coração… Um sentimento de estar sem chão, venho compartilhar meu resultado do WB (quem diria..A uma semana atrás eu nem sabia o que era western blott e hj já o chamo de WB ) deu positivo pra quase todas as bandas.. eu sei q sou soropositiva mas não sei o q significa tantas bandas presentes… Enfim acho q aqui vai ser meu cantinho de refúgio..Decidi q não vou contar pra ngm dá minha família..

      Viver com HIV ( 10/03/2017 - 11:17 AM )

      Oi Andreia!

      Te enviei um e-mail, para conversarmos melhor ok? Mas como eu te disse no email, ter HIV é ruim sim, mas definitivamente não significa o fim de nada! Fica calma! Tudo parece nublado agora, mas o sol vai voltar a brilhar na tua vida, mais cedo do que tu imagina! Tudo vai ficar bem! 🙂

      Um abraço

    Andreia ( 09/03/2017 - 3:32 PM )

    Boa tarde, vejo que aqui a maioria dos comentarios são de homens, mas estou em desespero.
    Nem qdo meu pai morreu nos meus braços eu chorei tanto, estou sem chão, estou sem rumo na vida, parece que é um pesadelo e que nunca vou acordar…

    Tenho 38 anos, mae de dois filhos, um de 17 e um de 8 anos (ambos do mesmo pai, meu ex marido) comecei a ir ao medico pq tenho muitos problemas de memoria, e suspeita de alzheimer, estou em tratamento no hospital das clinicas, dai o medico de la pediu uma bateria de exames de sangue, e entre eles, estava o hiv 1 e 2 . (lembrando que era só pra poder iniciar um tratamento) Pois bem, sexta feira o medico do laboratorio me liga solicitando que eu comparecesse la, chegando la ele me disse que na triagem tinha dado positivo (porém na carta que ele mandou eu levar pra medica, ele dizia que tinha dado indeterminado) e ja colheu o WB. O resultado fica pronto amanha, eu namoro a quase dois anos, nao tenho outros parceiros, mas ja tive sim no passado relação sem camisinha, enfim…nao sei o q fazer da minha vida.
    Falei com meu namorado (ele nunca fez esse exame) ele foi compreensivo comigo, me abraçou, falou que estamos juntos pro que der e vier.
    Mas enfim…vamos ver se amanha sai esse resultado mesmo…e seja o que Deus quiser….

      Viver com HIV ( 09/03/2017 - 3:42 PM )

      Oi Andreia,

      Procura ficar calma, vamos torcer para o outro resultado dar negativo! Independente do resultado, fica calma, e se o pior acontecer, não se desespere! Isso não vai ser o fim de nada, apenas o início de uma mudança na tua vida. Mas vamos torcer pelo melhor resultado amanhã, amanhã me conta qual foi o resultado ok?

      Um abraço

        Andreia ( 09/03/2017 - 5:46 PM )

        Pode deixar que amanhã volto aqui! Obrigada por tudo

          Viver com HIV ( 09/03/2017 - 6:18 PM )

          Vou esperar hein?? Vai com fé, vai dar tudo certo! 😉

          Um abraço!

    Felipe ( 06/03/2017 - 6:01 PM )

    Boa tarde!

    Bom a pouco mais de um mês eu estive aqui para contar a minha historia, sobre a relação de risco que tive no começo do ano. Mais precisamente no dia 07 de Janeiro, tive uma relação sexual com um homem que nunca vi na vida, e que conheci no mesmo dia, bem nessa relação eu fui Passivo Receptivo e o Cara nao usou camisinha!

    Bom, após esse dia, começei a entrar em desespero, pois esse cara nao quis usar camisinha, e apos a relação sexual se passou alguns dias e ele sumiu. Enfim me encontrei na situação de ter me batido com um carimbador, que poderia ter me passado o HIV de propósito. Apos isso, comecei a sentir sintomas, os quais mencionei aqui no Blog em outros comentarios anteriores, como por exemplo alterações nas fezes, sensação de nauses algumas vezes e mal estar, como tambem cansaço e fadiga. Ainda mais lendo os sintomas na internet, é como se eles aparecessem após isso!

    Bem, após dias nessa angustia, criei coragem e fui fazer o teste! No dia 25 de Fevereiro(Sabado de Carnaval) após 49 dias da relação de risco, fiz um teste em uma clina particular, onde o nome do teste era “HIV 1 e HIV 2 Anticorpos com Metódo: Quimioluminescência. E no dia 02 de Março(5 dias após o primeiro exame) com 54 dias após a relação de risco, fiz um Teste Rápido no CTA, onde o nome do teste era “HIV Alere com Metódo: Imunocromatografia.

    Bom, eu estava com a certeza que tinha contraido HIV, ainda mais sentindo alguns sintomas, e nos ultimos dias antes dos exames, comecei a sentir dores agudas de estomago, em que eu tomava remedio mas apos algumas horas elas retornavam. Enfim, criei coragem e fui pegar o resultado dos dois testes, e para minha surpresa: NEGATIVO nos dois testes! Eu não conseguia acreditar, pedi muito a e agradeci muito a Deus, pois cometi uma relação de risco sem a minima resposabilidade.

    Enfim meus amigos, apos o resultado, minhas dores de estomago sumiram, acho que deveria ser o nervosismo. Mas senti uma diarreia agora, mas somente isso, nao sei se tem a ver com antibioticos que tomei. Por isso pergunto a vcs: Meus exames feitos com 49 e 54 dias apos a relação de risco, ambos NEGATIVOS, posso ficar tranquilo e ter a certeza que nao contrai HIV? Ou ainda há a possibilidade de eu estar com HIV e os exames ainda nao terem detectado?

    Agradeço a a ajuda!

      Viver com HIV ( 07/03/2017 - 12:57 AM )

      Oi Felipe,

      O período da janela imunológica é de 30 dias, se tu já fez exames depois desse período, e deu negativo, é porque é negativo mesmo, pode confiar e dormir tranquilo! 🙂

      Um abraço

        Tyago Carvalho ( 04/06/2017 - 10:59 AM )

        Segundo o Ministério da Saúde você deve fazer exames de controle com 30, 90 e 180 dias. Essa janela imunológica de 30 dias é uma estimativa, não necessariamente seu exame estará positivo nesse tempo. Se o exame realizado for de 3 geração pode levar até 180 dias para tornar-se reagente, o que é raro, já os de 4 geração ( com detecção de antígeno p24) positivam no máximo até 90 dias. Converse com o médico que lhe acompanha e explique a situação, nada de utilizar o Dr. Google.

    Alexandre ( 04/03/2017 - 11:38 PM )

    Olá tive uma situação de risco a uns 40 dias chupando os seios de uma GP senti um gosto de sangue na boca cuspir imediatamente… Mais estou neurótico pq não tenho uma saúde bucal adequada.. Qual meu risco?

      Viver com HIV ( 05/03/2017 - 8:35 AM )

      Olá Alexandre,

      Você precisa fazer o teste. O teste é gratuito na rede pública e completamente sigiloso!

      Um abraço

        Alexandre ( 05/03/2017 - 1:54 PM )

        Ta bom obrigado
        Vou fazer o teste e tirar essa neura

          Viver com HIV ( 05/03/2017 - 5:46 PM )

          Isso!

          O teste é a melhor maneira de tu tirar a neura! Depois me conta aqui o resultado ok??

          Um abraço

    Marcos ( 16/02/2017 - 2:47 PM )

    Obrigado por esse grande apoio aqui eu me sinto muito bem. E logo contarei um pouco da minha história

    Marcos ( 15/02/2017 - 10:09 AM )

    Meu sonho era ser biomédico. Eu ainda posso ser?

      Viver com HIV ( 15/02/2017 - 11:08 AM )

      Oi Marcos,

      Sim!! Você é quem define se o seu sonho vai se realizar ou não. Viver com o HIV NÃO te impede de forma alguma de tu alcançar o teu sonho!!!

      Um abraço

        Marcos ( 19/02/2017 - 6:41 PM )

        Oi preciso muito conversar 🙁 não to bem.

    Andre ( 10/02/2017 - 6:12 PM )

    Pessoal, fiz os exames hoje e vim aqui deixar meu depoimento pra tantas pessoas que passam por essa angústia.
    Três semanas após a situação de risco, eu comecei a pesquisar sobre o assunto e a sofrer com os seguintes sintomas da fase aguda:

    – Sudorese Noturna (durante 1 semana!!)
    – Dor de garganta viral (que durou 15 dias)
    – Febre
    – Perda de peso rápida (perdi 3 kg)
    – Manchas rosadas nas costas
    – Dor na virilha (pensei que pudesse ser íngua)
    – Tive um episodio de diarreia e outro de vomito

    Enfim, na minha cabeça a sentença já estava posta: eu estava com HIV! Sofri calado durante 1 mês, até que desabafei com meus familiares que me deram muita força e coragem pra fazer o teste num CTA. Fiz os exames e o resultado foi NEGATIVO!!! NEGATIVO!!!

    Então pessoal, é como diz um texto da internet sobre a fase aguda (https://papodehomem.com.br/esqueam-a-fase-aguda-da-aids/) ESQUEÇAM A FASE AGUDA!!! Eu senti praticamente todos os sintomas! Nossa cabeça cria situações como se fossem reais, se vc fica bitolado como eu fiquei aquilo se manifesta fisicamente sim! Esqueçam essa porra de fase aguda!!!

    Conselho de amigo pra quem está passando por isso: Esqueçam diagnósticos de internet (se vc ler sobre sintomas eles vão aparecer), acenda 1 vela de sete dias, reze bastante e vá fazer o teste!

    Ps: a psicologa que me entregou o resultado me confessou que convive com o virus há 20 anos e tem uma vida absolutamente normal.

    CHRISTINE ( 06/02/2017 - 2:26 AM )

    Oi, fiz o teste de carga viral no início dezembro ainda não saiu resultado isso normal ?
    Estou preocupada ,no posto falam q exame demora .Será é somente isso ?

      Viver com HIV ( 06/02/2017 - 6:34 PM )

      Oi Christine,

      Ele demora mesmo devido a demanda muito grande para esse exame, pode ficar tranquila porque isso “não” é um mau sinal.

      Um abraço

    ÉVIS ( 04/02/2017 - 4:19 AM )

    Nunca li nada a respeito sobre esses sintomas. Deve estar i do mais ao banheiro por nervosismo. Sobre esses novos sintomas só um médico especializado saberá o q é. Abraço, se cuide.

    Felipe ( 24/01/2017 - 4:21 PM )

    Boa tarde, no começo desse ano por volta do dia 02 de janeiro de 2017 tive um contato de risco com um homem, em que fui passivo e ele nao usou camisinha, mas ejaculou fora. Sabendo da grande probabilidade e risco de se pegar HIV atraves do sexo anal, estou muito preocupado, principalmente por não conhecer esse rapaz, pois no primeiro dia que nos conhecemos, ja transamos. Eu me sinto bastante arrependido de ter feito o que fiz, pois alem do risco de pegar HIV, existem outras DST,s. Mas focando no HIV, estou desesperado. Eu sei que arrependimento não vai evitar que a infecção caso ele tenha me passado, mas estão sendo dias muito preocupantes. Por isso pergunto, apos quanto tempo dessa relação de risco, posso fazer o exame para ter uma certeza se peguei ou nao HIV. Muitos dizem 1 mes, outros 3 meses, outros 6 meses. Gostaria muito de saber quando poderei fazer o exame com segurança no resultado. Agradeço a todos!

      Evis ( 25/01/2017 - 2:48 AM )

      Felipe, sua relação de risco foi dia 02 de janeiro. Pois bem, se você se infectou o mais comum é que você apresente sintomas da infecção dentro de 30 a 60 após a relação. Os sintomas podem ser parecidos com uma gripe forte, dor de garganta, perda de peso, falta de apetite, gânglios aumentados, febre, suor noturno, diarreia, dentre outros. Esses sintomas costumam durar 2 semanas mais ou menos. Dependendo o exame que faça hoje talvez apresente um falso negativo, pois seu corpo ainda não tem anticorpos contra o HIV. Só começa a produzi-los após esse período da infecção inicial. Mas existem outros exames que procuram no nosso sangue outras coisas que indicam se estamos contaminados ou não. Eu aconselho a ficar atento a esses sintomas iniciais que citei acima e caso tenha alguns deles procure um infectologista, converse sobre sua situação de risco que ele indicará os exames adequados. Também vale lembrar que para situações emergenciais como essa que você teve dia 02 de janeiro.. no dia 03 de janeiro você poderia ter ido num posto de saúde e ter solicitado o PEP – que é um tratamento com terapia antirretroviral (TARV) por 28 dias para evitar a sobrevivência e a multiplicação do vírus HIV no organismo de uma pessoa. Aí você faria o tratamento e não precisaria mais de remédios depois desses 28 dias. Mas sua pergunta foi quado poderia fazer o exame para ter certeza. Creio que em março, 60 após é um bom tempo a se esperar. Mas se está angustiado, dia 02 de fevereiro fez um mês faça o teste e repita em março de novo.

      Boa sorte. Volte e nos conte o que aconteceu.

        Felipe ( 27/01/2017 - 4:06 PM )

        Pois é, infelizmente nao tive acesso a Pep, e estou nesse desespero. E para piorar, de ontem para hoje tenho sentido uma ardência na região entre os testiculos e o anus, sendo que nasceu uma pequena bolha nessa região, quando eu sento arde mais ainda, tipo uma queimação. Hoje senti um mal estar bem leve tipo tontura. Realmente estou desesperado e ja coloquei na minha cabeça que com certeza contrai HIV. Nem sei o que fazer. Será que mesmo eu tendo sido passivo e o cara nao tenha usado camisinha, mas gozou fora, será que tenho a chance de não ter pego? Complicado isso me deixa triste demais.

          Evis ( 28/01/2017 - 10:59 AM )

          Nada do que você descreveu de sintomas novos indica HIV com certeza. Tontura qualquer um pode ter. Se eu levantar rápido da cadeira agora posso ter uma tontura por exemplo. Essa bolha que surgiu pode ser outra DST também. Se eu fosse você o que eu faria? Conversaria com um amigo ou familiar confiável e procuraria um centro especializado de HIV na sua cidade para fazer consulta uma consulta médica pra fazer os exames corretos. Investigar isso de uma vez e parar de se corroer com essa dúvida! Já se passaram quase 30 dias e tu não teve nem resfriado Felipe, pare de sofrer por antecedência. E se for bola pra frente, não faz um mês que descobri que sou soropositivo e tive de aceitar.

          Abraço, procure um médico, investigue, se alivie!
          Acho que tudo deve estar bem!

            Felipe ( 03/02/2017 - 11:40 AM )

            Sim eu entendo. Olha em breve vou fazer o exame, mas antes quero compartilhar algo. De 5 dias pra ca tenho sentido uma queimação intensa na região do Penis, testículos e anus. E agora a pele do meu penis começou a descascar, tipo a pele morta saindo, e meus testículos estavam doendo muito. Tambem de uns dias pra ca tenho ido muito ao banheiro, não que seja diarreia, pois nem sempre é liquida, mas é todo dia, e antes eu ia no banheiro de 3 em 3 dias. Podem ser sintomas de HIV?

            Felipe ( 03/02/2017 - 4:17 PM )

            Sim vou fazer em breve. Eu gostaria de compartilhar o seguinte, de uns 5 dias pra cá eu tenho sentido uma queimação e ardencia no Penis, testiculos e ao redor do anus. E depois disso a pele do meu Penis começou a descascar tipo como se tivesse saindo a pele morta. Tambem nesses mesmo dias passei a ir no banheiro todo dia, nao digo que seja diarreia pois nem sempre era liquida, mas o normal é eu ir no banheiro a cada 3 dias e agora eu tava indo todo dia. Gostaria de saber se esses sintomas podem ser de HIV. Agradeço!

            Andre ( 07/02/2017 - 2:19 PM )

            Olá Elvis, tudo bem?
            Você teve quais sintomas da fase aguda? Eu fiz sexo penis – vagina com uma garota de programa COM camisinha. Depois de 12 dias tive uma uretrite. Tomei remedio, resolvi a uretrite e fiquei tranquilo. Mas de um tempo pra cá tive uma dor de garganta insistente, tenho tido sudorese noturna e perdi um pouco de peso – isso depois de 40 dias após a relação de risco. To desesperado cara, porque comecei um namoro com uma garota exatamente no mesmo período. Não sei o que fazer.,..

    ÉVIS ( 21/01/2017 - 8:56 AM )

    Acho importante falar a seu parceiro a situação para que o mesmo faça o exame. Caso seja positivo o dele, começar o tratamento é importante. A reação da pessoa nunca é legal, mas lembre-se: creio q é responsabilidade de ambos o uso da camisinha. Se pensar em culps, 50% pra cada um. Mas n deixe de falar, quanto antes ele souber os resultados dos exames, melhor.

    Joana ( 21/01/2017 - 4:00 AM )

    Ola, acredito ter tido uma situação de risco em 28/11/2016. Desde o começo de janeiro até agora realizei 4 testes rápidos, todos negativos. O último foi com 51 dias após. Estou com diarréia há 5 dias. Tudo que como dá diarréia. Só penso nisso, estou muito encucada. Ainda pode ser HIV?

      ÉVIS ( 22/01/2017 - 10:52 AM )

      Diarréia não é o único sintoma. Acredito que haveria um conjunto de sintomas. Se está muito encucada, procure um infectologista, faça o exame de carga viral que não tem erro. Mas a meu ver, se já fez vários testes e já se passaram dois meses e todos deram negativo, é provável que tu não tenha HIV.

      Eduardo Mello ( 07/02/2017 - 12:05 PM )

      Se você está angustiada de algum modo, continue fazendo o testes com periodicidade de trinta dias. A diarreia certamente não está sendo causada por eventual infecção por HIV. A diarreia pode ser sintoma da síndrome retroviral aguda, que vem entre 2 a 4 semanas após a infecção pelo vírus (situação de risco), mas como no seu caso ela só apareceu quase dois meses depois certamente a causa é outra. Caso persista, procure um médico para investigar as razões, que podem incluir desde reações adversas a alguma medicação ou, mesmo, possuir uma causa emocional. Fique bem.

    Viver com HIV ( 19/01/2017 - 11:01 PM )

    Olá Igor,

    Nesse caso, você deveria contar para o seu parceiro, para que ele faça o teste, e se tiver também, que ele possa procura tratamento o quanto antes.

    Um abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *