Depoimentos: Decidi viver

Esse é o depoimento de um  leitor, e por questões de sigilo, vamos usar o nome de Cristian!

Vamos ao depoimento:


Bom Dia, gostaria de contribuir com a minha história, para ver se posso ajudar de alguma forma com o tratamento de outros.
Em 06/09/2016, resolvi junto com meu companheiro a ir num CTA afim de realizar o teste rápido de HIV e Sífilis, por desencargo de consciência, após passar por aquela pequena triagem, realizei enfim o teste, foram os 20 minutos mais longos da minha vida, parecia interminável, uma angústia, medo, na realidade um misto de sentimentos.
Após decorrido o tempo estipulado fui chamado primeiramente na sala pela enfermeira responsável pelo teste, pedindo ao meu companheiro que aguardasse do lado de fora, pois os resultados deveriam ser dados em separados, para minha surpresa, os dois deram reagentes, naquele momento meu mundo caiu, parecia que eu havia perdido um chão, quis entrar em desespero, pensando que eu poderia ter contaminado meu parceiro, cujo me relacionava já há algum tempo.
Muito solidárias a minha dor, as profissionais que me atenderam se colocaram a minha disposição até mesmo pra contar pra ele caso eu quisesse, pois graças a deus os exames dele havia dado negativo, então decidi que eu mesmo deveria contar.
Ao chegar em casa, chamei ele no quarto e contei, tendo até uma atitude que me surpreendeu, onde dei a opção pra ele me deixar caso quisesse, mas pelo contrário, se colocou ao meu lado e disse que enfrentaríamos isso juntos.
Realizados os exames de praxe em outubro de 2016, minha carga viral era de 1921 cópias e meu CD4 era de 297,me assustou, iniciando o tratamento com o 3×1 imediatamente, tive aqueles efeitos colaterais que são extremamente chatos e insuportáveis, perdi o emprego nesse período por conta dos efeitos colaterais que ficava passando mal diariamente por quase 3 meses, Mas em nenhum momento abandonei o tratamento, tomando regiamente meu coquetel no horário determinado.
Acho que o mais difícil foi contar pra minha mãe, que na verdade não fui eu quem contei e sim meu companheiro, onde autorizei ele contar pra tanto pra minha como pra dele, onde recebi muito apoio das duas, o que foi muito importante naquele momento.
Ontem dia 12/04/2017, se passado aproximadamente 8 meses do início do tratamento, peguei o resultado do meu carga viral, onde constava a informação de NÃO DETECTADO, e  CD4 a 487, fiquei extremamente feliz, pois sei que não estou curado, mas consegui vencer a multiplicação do vírus.
Teve momentos que pensei em desistir do tratamento, fiquei depressivo no início emagreci 10 kg em 1 semana, hoje em dia tenho uma vida extremamente normal, apenas com algumas restrições nas relações sexuais sempre se prevenindo, onde o suporte do meu companheiro e da minha mãe foram fundamentais para eu conseguir zerar minha carga viral.
Sei que as vezes dá vontade de abandonar tudo e viver a própria sorte, não podemos culpar ninguém, pois em algum momento das nossas vidas fizemos escolhas que nos colocaram em risco, então me perguntei o que eu realmente queria pra minha vida, então decidi viver, retomei meus estudos, voltei a trabalhar, malho, faço tudo muito normal, a unica diferença que ando com uma caixinha dentro do bolso com meu remédio, pois da a hora de toma-lo eu paro tudo o que estou fazendo.
Entretanto sei que é difícil, muito complicado, o estigma do preconceito e muito forte ainda na sociedade, então se preservarmos de alguma forma, se restringindo a contar para algumas pessoas, mas existe sim vida após o positivo.

Este foi o depoimento do nosso amigo Cristian.

Amigo Cristian,

Muito obrigado pelo seu depoimento! Desejo a você , toda a felicidade do mundo, uma vida repleta de bons momentos com muita saúde e paz!

Um abraço


  • Se você tem uma história de superação e ou de uma batalha que está travando no momento! E tiver vontade de compartilhar, escreva para o meu email: depoimentos@vivercomhiv.com.br manifestando o seu interesse em contar sua história. Vou adorar conhecer sua história e publicar ela aqui.
  • Todos os nomes mencionados nesse depoimento são fictícios.

Autor do Post Jeff

Eu sou o Jeff! Muito prazer! Sou soropositivo há 15 anos. Levou bastante tempo até eu aceitar essa minha nova condição e realidade, e depois de alguns percalços da vida eu levo uma vida boa e feliz! Criei esse blog para tentar te mostrar, que a vida é muito maior do que um mísero vírus e que não podemos fazer nossa vida girar em torno disso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *