E agora?

E agora?

Quando recebi o resultado positivo pela primeira vez. eu fiquei  anestesiado e ao mesmo tempo começou a surgir um verdadeiro turbilhão de sentimentos e pensamentos. O primeiro pensamento que passou pela minha cabeça foi: Minha vida/sonhos/planos acabaram. Vou morrer na semana que vem! Depois veio um sentimento de culpa e fiquei pensando. Por que eu? Por que isso foi acontecer logo comigo? Logo eu! Que levo uma vida tranquila! Eu sempre me cuidei! Por quê comigo?

A verdade é que o HIV não escolhe a quem infectar, pode acontecer com qualquer um, e, basta uma vez em uma situação de risco para se infectar. A verdade é que não me cuidei tão bem como eu pensava, se tivesse me cuidado realmente, eu não estaria passando por isso.

Toda a ação gera uma reação.

Pensando nisso, resolvi criar esse post com dicas, de como proceder e do que fazer agora que você se descobriu soropositivo! Aqui vão algumas dicas:

Primeiras ações:

A primeira coisa a se fazer é:

  • Fique calmo! – Pode parecer difícil agora, para alguns até impossível, mas é muito importante você estar bem consigo mesmo e calmo para que melhor seja a aderência à essa nova fase da sua vida! E tenha sempre em mente:

Sua vida, seus projetos e sonhos não acabaram por causa do HIV!

  • Procure um médico – O médico que você deve procurar é um infectologista. É importante você encontrar um médico que você gosta, confie e se sinta confortável.

O médico, será muito importante na sua vida a partir de agora.

Na consulta com o infecto:

  • Faça uma lista – faça uma lista com todas as suas dúvidas, angústias e até mesmo aqueles pensamentos que achamos ser bobagem e não deveríamos perguntar. Acredite! Uma lista ajuda muito! Pois agora você tem muitas dúvidas e questionamento e chega na hora de consultar, não pergunta a metade das coisas que você queria saber.
  • Livre-se das Dúvidas! – Não saia do consultório do seu infectologista com nenhuma dúvida, pergunte tudo, TUDO MESMO, tudo que você tem duvida ou está inseguro. Não tenha vergonha de falar tudo para o seu médico, ele está lá pra te ajudar, por isso ressalto a importância de se encontrar um médico que você se sinta à vontade para falar absolutamente tudo.

O médico é seu novo melhor amigo!

  • Fale TUDO! – Quando eu digo tudo, eu quis dizer TUDO mesmo! Fale sobre sexo, drogas, histórico de doenças familiar, enfim, relate a sua vida pra ele e não se sinta envergonhado por isso.

Quanto mais honesto que você for com o seu médico mais ele poderá ajudar você nessa nova fase da sua vida.

Pontos importantes:

  • Livre-se das nóias! –  Livre-se de todas aquelas nóias de que você vai morrer na semana que vem e de que sua vida, sonhos e projetos chegaram ao fim.
  • Cure o Estigma – Cure  o estigma de que o HIV é uma doença mortal e de gente promíscua. Com pessoas com aparências cadavérica (muito magras). A única coisa que precisa morrer é aquela imagem de artistas morrendo em decorrência do HIV. Isso foi antigamente, hoje em dia com o tratamento e acompanhamento adequado dá sim para se ter uma vida longa e saudável.
  • Diga não ao Dr. GOOGLE! O google é uma excelente ferramenta, a melhor eu diria, mas não busque resultados ou dúvidas em relação à algo que você está sentindo no google. Além de lhe trazer milhões de possibilidades, você nunca vai saber por lá que é isso que está acontecendo com você e só vai fazer você ficar com mais nóia ainda. Portanto, se tiver uma dúvida ou nóia, ou tá sentindo ou notando algo estranho, converse com seu novo amigo! O médico! Só ele, vai poder te dizer o que realmente está acontecendo com você! Resista a tentação de pesquisar sua saúde no google.

O google é uma excelente ferramenta para te fazer sofrer por antecedência.

Bom, criei esse post para te dar dicas do que fazer nessa fase da sua vida. Enfim, é só uma dica, sinta-se  à vontade para fazer do seu jeito! Sinta-se à vontade também de complementar essa lista de dicas, tudo que puder ser agregado com a sua experiência é bem vindo!!

Autor do Post Jeff

Eu sou o Jeff! Muito prazer! Sou soropositivo há 15 anos. Levou bastante tempo até eu aceitar essa minha nova condição e realidade, e depois de alguns percalços da vida eu levo uma vida boa e feliz! Criei esse blog para tentar te mostrar, que a vida é muito maior do que um mísero vírus e que não podemos fazer nossa vida girar em torno disso.

39 Comentários em “E agora?

    Horus ( 09/03/2017 - 9:43 PM )

    Oi Pablo!

    Você tá melhor?! Olha, fica tranquilo sobre a medicação, pra nós, os que tão se descobrindo soro positivo agora a medicação mudou, estamos usando dois comprimidos ao dia que segundo as novas pesquisas um deles é o melhor do melhores que há no combate ao HIV hoje em dia o delutegtavir. Já tem três semanas que tô usando e não sentir absolutamente nenhum efeito colateral ou se teve passou despercebido. Fica tranquilo! Um abraço!

      Pablo ( 09/03/2017 - 10:05 PM )

      Estou melhor, já tem 4 dias que comecei a medicação. Não estou tomando esse que você falou. Estou tomando tenofovir + lamivudina( 1 comprimido) + dolutegravir. Os efeitos colaterais estão sendo bem poucos, sinto muito enjoo quando acordo, porém vai passando ao longo do dia, e de vez em quando sinto um calor interno muito grande( nao sei se é efeito do remedio) Só estou preocupado em perder muito peso. No mais, estou tentando me adaptar e tentando conviver com essa doença.

    Pablo ( 28/02/2017 - 6:54 PM )

    Boa noite!
    Estou tendo um quadro de diarréia há um mês e a mesma não passa. Fui deixando passar pois achar em se tratar da minha intolerância a lactose. A diarréia só acontece pela manhã e ao decorrer do dia se preciso ir ao banheiro percebia que as fezes não saiam normal,Mais saim pastosas. Comecei a achar muito estranho pelo fato de eu cortar 100% de todos os alimentos 0 lactose e mesmo assim meu quadro de diarréia não passar. Foi ae que fui ao gastro e pedi todos os exames possíveis de sangue para ver se achava algo. Bom! Em 24 horas saíram os resultados de todos os meus exames, exceto o de HIV, intolerância a glúten e o de cultura de fezes. Esses resultados saíram todos excelentes e sem nenhuma alteração. Só que sexta feira passada dia 24 recebi uma ligação do Laboratório pedindo para eu repeti o exame. Na hora da ligação eu me abalei muito e fui até o laboratório fazer o segundo exame. Mais na me tirava da cabeça que eu já estava sendo considerado soro positivo. Nesse mesmo dia meu organismo mudou, começei á senti muito enjoo e mal eu consegui me alimentar. Era tanta preocupação pois só ia receber o resultado final na segunda feira e ainda tinha todo o fim de semana pela frente. No fim de semana perdi 2 kg e começei á me sentir fraco e com fadiga. Na segunda, ontem dia 27 recebi o resultado final e confirmou o diagnóstico. Desde sexta tenho sentindo muito enjoo pela manhã e não consigo me alimentar e ao decorrer do dia vou melhorando, a fome volta e quando chega a noite eu me sinto muito melhor, apesar da fraqueza. Estou com muitas dúvidas e confesso que estou com muitas nóias na cabeça devido a tudo o que tenho lido sobre o vírus e principalmente o efeito colateral do coquetel. O pior de tudo é que está no feriado do carnaval e não consigo falar com nenhuma clínica que tenha um infectologista. Estou muito abalado emocionalmente, e quando passo mal pela manhã chego até a pensar que estou na fase terminal na doença. O pior que ainda não consegui falar para meu parceiro sobre a situação e nem para minha família. Por favor! Me ajudem…… não sei muito o que fazer e queria conviver normal com essa doença e não deixar de fazer minha atividade física. Eu quero viver muito mais já estou muito, mais muito preocupado com a reação do medicamento. Estou com muita neuras, toda hora eu vejo a temperatura do meu corpo pra saber se estou dando febre, quando começo a ter uma tosse seca já acho que tô pegando pneumonia ou TB. Meu Deus! Tô muito abalado.

      Viver com HIV ( 02/03/2017 - 7:26 AM )

      Oi Pablo,

      Te mandei um e-mail para conversarmos melhor ok?

      Um abraço

    James Oliveira ( 21/02/2017 - 11:43 PM )

    GENTE!PRECISO DE UMA ASSESSORIA!
    vivo em uma cidade que ha apenas um “centro especializado em doenças como hiv/aids e tuberculose” por exemplo!mudei a pouco tempo para essa cidade,e fiz um teste na minha antiga cidade,menor do que a atual em um posto de saude,apenas eu e a enfermeira.(embora com receio de fazer confesso)
    o ponto que quero chegar é:fui no inicio do ano a tal “centro” e fui informado que so marcaria meu teste a partir de fevereiro,entao compareci no tal mes!dia 15/02!portanto meu teste foi marcado para o dia 15/03! ou seja,tres meses para um simples teste!alem de todo o stress e receio de ir e encarar “olhos violnetos”!isso me desmorona sabem?
    por um momento pensei” sera que ela quer que eu diga que transei ontem sem camisinha e que estava desesperado por um teste”(por favor,nao me entendam mal) mas sabem,como se fosse facil,chegar la e encarar tantos tabus e preconceitos …
    Eu so gostaria de saber mais como que funciona a legislaçao dos testes(se existe)!Se posso exigir um teste rapido sem me submeter a “humilhaçao”(desculpas,mas esqueci de mencionar,que a atendente nao é afavel).
    Eu acho que é tempo de mais sabe? me norteiem galera!
    E parabéns ao trabalho de vcs!<3

    Paulo ( 20/02/2017 - 7:23 PM )

    Boa noite.
    Após os exames… minha carga deu 54000 e cd4 214, a médica me olho com cara de preocupada informou que meu rin esta um pouco fraco. Ele me passou 2 remédios um para tomar 12 em 12 e outro uma vez ao dia, não queria ter q tomar tantos assim ela não soube ao certo me explicar pq eu não posso tomar 3 em 1. Estou muito abalado sozinho esta sendo uma barra to com medo do sintomas dos dois remedios e como lidar com os remédios. Alguém sabe explicar pq não posso tomar o 3 em 1

      ÉVIS ( 21/02/2017 - 11:58 AM )

      O 3 em 1, senão me engano, um dos componentes dele é prejudicial a quem já apresenta problemas nos rins. Deve ser por isso.

    Andre ( 17/02/2017 - 10:07 AM )

    Olá,

    Mas e com relação aos sintomas que eu descrevi, podem ser de HIV?

    Abraços!

      Viver com HIV ( 17/02/2017 - 12:39 PM )

      Pode ser muitas coisas cara, só o teste para dizer se é ou não HIV, mas queimação não é sintoma de HIV.

    André ( 15/02/2017 - 12:57 PM )

    Boa tarde!

    Bom tive uma relação com um homem que nunca vi na vida em que fui Passivo, e onde ele nao usou camisinha, mas ejaculou fora. Bom apos uns 20 dias comecei a sentir muita ardencia na regiao do penis sendo que o mesmo começou a sair a pele e depois voltou ao normal, e senti meu corpo quente como tambem comecei a ir no banheiro todos os dias, nao que seja diarreia liquida, mas aquela vontade que nao tinha antes. Tambem senti durante dois ou tres dias um pequeno mal estar com um pequeno enjoo. A relação de risco foi no dia 7 de Janeiro. Minha duvida seria: são sintomas de infecção do HIV e se ja posso fazer o teste rapido. Estou muito angustiado. A gente faz cada besteira na vida!

      Viver com HIV ( 15/02/2017 - 10:46 PM )

      Oi André,

      O ideal é você fazer o teste a partir de 30 dias da exposição de risco, se tu fizer antes corre o risco de estar na janela imunológica e dar um resultado que não é confiável ainda.

      Um abraço

    Futuroincerto ( 14/02/2017 - 3:43 PM )

    Olá, amigos. Essa é a pergunta que me passa pela cabeça a todo instante: E agora? Me coloquei em uma situação de risco em dezembro, mas só me dei conta do que havia feito 1 semana depois. Já era tarde! Não me preocupei de imediato pois a moça é amiga de infância dos meus amigos. Que ignorância! Minha 5ª parceira em 25 anos de vida, mais de 1 ano sem ter relações sexuais, as outras foram namoradas, 2 virgens. Eu, que nunca fiz questão de sexo, apesar dos amigos falarem que se fossem como eu estariam pegando geral. Grande besteira! De lá pra cá minha vida desestabilizou totalmente, não consigo fazer mais nada, estudo, trabalho, lazer… nada… ando calado e de cabeça baixa, só penso na possibilidade de ter contraído HIV. Ainda não tive coragem de ir fazer o exame, apesar de já ter ido ao médico. Estou em uma paranóia imensa, comecei a pesquisar no Google sobre o assunto em dezembro mesmo, e como dito pelo nobre amigo, isso só piora as coisas. Fiquei atendo à todos os sintomas da tal fase aguda, me olho no espelho à todo momento, fico me analisando… O google, ele que me trouxe até aqui… fico lendo os depoimentos e pensando como será comigo, caso meu exame dê positivo. Será que eu vou me adaptar aos medicamentos? Será que entrarei em um estado depressivo? (sendo que já estou) Será que tentarei suicídio? Realmente, são muitas coisas que passam pela nossa cabeça! Minha maior preocupação é com minha mãe, será que ela vai resistir a uma notícia como essa? Meus amigos falam que é coisa da minha cabeça, que eu estou bem, mas tenho certeza que não. Prometi à eles que só faria o exame após o carnaval. Todos eles vão fazer, em solidariedade à mim, uma vez que todos já se colocaram em situação de risco. E pq depois do carnaval?Disse que vou curtir meus ultimos momentos de felicidade, com minha família e amigos, num lugar que só me traz boas recordações, já que tenho certeza da minha condição.
    Quem sabe, daqui um mês eu esteja aqui novamente postando ser soropositivo. Quem sabe no exame venha ” não reagente ” ( o que acho improvável), e assim, será o dia mais feliz da minha vida, um grande alívio. De toda forma, já me sinto um soropositivo, já me sinto como parte dessa ” família “. Leio os comentários e fico admirado com a união que existe e ao mesmo tempo triste com a realidade de todos. Nunca procurei me informar sobre tal assunto, nunca tive curiosidade, medo ou preconceito, mas com certeza, agora, verei com outros olhos esse assunto que deve ser tratado com mais atenção.
    Os dias demoram a passar…. vejo uma criança no colo de sua mãe, com seu pai de mão dada com ela, meus olhos se enchem de lágrimas. Fico pensando como a vida é linda. Será que um dia eu irei voltar a sorrir? Será que eu irei morrer sozinho? Será que terei filhos? Certo é que minha vida parou antes mesmo de ter certeza pelo exame de sangue.
    Nunca pedi nada grandioso, nunca reclamei da minha vida. Vou à igreja todos os dias, sento sob aquela imensa Cruz com a imagem de Jesus e ali fico, naquele lugar calmo, chorando e esperando algum sinal. Só peço pela minha saúde, de meus familiares e amigos. (Agora peço por você também)
    E agora? Agora é esperar, tomar coragem e encanrar o que vier.
    Parabéns à todos pela iniciativa e força de vontade. Desejo toda felicidade à vocês! Abraços.

      Viver com HIV ( 15/02/2017 - 12:31 AM )

      Olá!

      Eu compreendo muito a tua situação meu amigo, mas posso te falar, por experiência própria, que essa nuvem negra que paira na tua cabeça atualmente (a dúvida), é muito pior do que qualquer resultado, seja um resultado positivo ou negativo. Se ele for positivo vai ser ruim, não tenho dúvida disso. Mas ao mesmo tempo vai te tirar o fardo pesado da dúvida. Se for negativo, vai ser ótimo e tu vai sentir um alívio enorme e se dar conta que sofreu muito, esse tempo todo, sem necessidade. Tu disse que vai esperar o carnaval para fazer o teste, para curtir os teus últimos momentos de felicidade! Mas tu tem certeza que vai passar um carnaval 100% feliz com essa dúvida? E tu não poderia estar mais enganado quando diz que esses são os últimos momentos de felicidade. Por pior que seja o resultado, ter HIV não é o fim do mundo, e nada precisa acabar por causa disso!! Tu só vai ser infeliz, se quiser que tua vida seja assim. Saiba que se o pior acontecer, você não vai estar sozinho, e a solidariedade dos teus amigos é maior prova disso! E tu com certeza, vai poder contar com a gente aqui do blog. Mas vamos torcer e esperar pelo melhor! Vai dar tudo certo! Que tal fazer logo o exame e tirar o peso da dúvida das tuas costas?? Pense nisso! 😉

      Um abraço

      joaosp ( 20/02/2017 - 1:17 PM )

      Minha história é muito parecida com a sua. A diferença é que fiz três testes, o primeiro com 19 dias, o segundo com 48 e o terceiro (esperando resultado) com 65. Até agora negativos, mas minha grande preocupação é que senti todos os sintomas dá fase aguda, todos, e ainda sinto que meu corpo nao está como antes. Sinto a garganta queimar um pouco há vários dias, pele da mão seca e descamando…etc. O risco foi muito alto, além do nao uso do preservativo, teve sangue. O primeiro mês não foi fácil, chorava todos os dias, mas com esses resultados apareceu uma luz no fim do túnel. Não sei se estou, mas depois de tudo isso comecei a enxergar a vida de outra forma, dar mais valor a Deus e a minha família. Estou esperando mais esse resultado, se for, com certeza a notícia está vindo em um momento menos difícil que no início, mas se continuar não sendo, é agradecer a Deus pela oportunidade e fazer a coisa certa dessa vez.

    Evis ( 13/02/2017 - 12:48 PM )

    Jeff, tudo que disse é muito certo. Me identifiquei em cada linha, inclusive, ri muito da parte do Google, pois ele já me matou algumas vezes até eu descobrir o HIV em mim. Se as pessoas seguirem o que disse ali já ajudará bastante no início. Faz um mês que leio seu blog, faz um mês que descobri e comecei minha medicação e entre dúvidas, incertezas, medos, tristeza, sempre encontrei aqui palavras de apoio. Obrigado por existir.

      Viver com HIV ( 14/02/2017 - 4:22 AM )

      Evis,

      Muito obrigado pelas palavras de carinho! Fico muito feliz, em saber que o meu blog, te ajudou de alguma forma a passar por esses momentos difíceis que é a descoberta. E o Dr google também me assustou muito já! hehehehe Até que consegui vencer a tentação de “consultar” com ele! Resista também!

      Um abraço

    Lidia ( 12/09/2016 - 2:51 PM )

    Olá, gostaria de saber uma coisa, meu parceiro tem carga viral, e eu não tenho ja fiz e refiz todo exame possivel na Medicina. Bom a dúvida, em um acidente de preservativo o médico disse que preciso tomar um medicamento as pressas, me indicou o endereço e tudo. Bom e se eu não estiver no municpio que moro, se estiver fora do estado como proceder? e se estiver fora do Brasil como vai funcionar?

    Rick+* ( 17/08/2016 - 11:48 PM )

    Oh meu querido Jeff,

    Senti a Felicidade invadindo a minha alma ao ler suas deliciosas palavras escrita com seu coração…
    E eu aqui, sozinho e preocupado, achando q tava falando D+… rs
    Obrigado meu amigo pelos elogios!
    Deixo um beijo no seu coração e de todos os amigos leitores.

    Com carinho,
    Rick+*
    🙂

    Rick+* ( 17/08/2016 - 9:21 PM )

    Querido amigo Jeff e a todos os leitores,

    Sabe amigos, acho eu, q todos, independente de serem fortes ou fracos, leva um CHOQUE ao ficar sabendo do positivo. Parece q escancara uma porta, dentro da nossa mente e vc deixa se levar por uma carga de energia muito pesada e negativa q esse vírus trás do seu passado. Comigo, não foi diferente, até cheguei a comentar em um comentário que fiz aqui no seu Blog, q a sensação q eu tive na hora, q me deparei com o meu resultado, foi como se tivesse sido ligada uma Bomba Relógio dentro de mim.
    Acredito muito tbm, q esse maldito estigma q foi criado na década de 1980, foi o responsável por esse preconceito absurdo!!!
    Eu me lembro muito bem, pois nasci em 1963 eu era muito jovem, quem viveu nessa época, sabe bem o que estou falando. As pessoas recebiam na hora q abriam o exame positivo, uma sentença de morte.
    Eu namorava um paulista de 50 anos q residia em São Paulo e eu no interior, claro, q exigi q fizéssemos o exame se ele quisesse continuar comigo. Tava todo mundo apavorado, não se falava em outra coisa e o pior de tudo ainda, era enfrentar a família e a sociedade, pois a doença q não tinha tratamento, até então, era vista como “doença de gay”. Por aí meus amigos, dá para se ter uma idéia q a pressão imposta pela ignorância de muitos, foi uma das maiores causadoras de muitas mortes, pois, várias pessoas tiraram a própria vida, por não suportarem essa tamanha descriminação, sem falar, q a epidemia se alastrou entre os bissexuais e os heterossexuais, pois os mesmos continuavam a praticar sexo sem proteção por acreditarem q não faziam parte do grupo de risco.
    Santo DEUS!!!…quantas pessoas inocentes foram infectadas pela falta da informação correta…
    Foi uma injustiça muito grande com os gays, pois lidávamos com um inimigo totalmente desconhecido o que provocava o afastamento das pessoas, por acharem q se pegava AIDS só pelo aperto de mão.
    Fomos eu e Jorge meu namorado fazer o exame no Emílio Ribas, as filas eram quilométricas, mas o negativo dos nossos exames trouxeram uma grande PAZ interior.
    Fiquei tao neurótico com esse vírus, q fazia todo ano meu exame, mesmo depois de ter terminado minha relação com ele por ciúmes doentio, provocado pela sua personalidade possessiva.
    Por isso q descobri logo no início, pois fui doar meu sangue para um amigo (tbm já comentei isso aqui) e confirmou meu positivo em 1995.
    E como vc relata no inicio desse post, vivi a mesmíssima coisa, pois não fazia sexo com penetração sem preservativo d maneira alguma!!!…mas só sincero em dizer q pratiquei sexo oral sem proteção.
    Fiquei exatamente como vc, anestesiado por um bom tempo, tentando descobrir aonde foi q eu errei…???????????
    Cheguei a comentar com minha mãezinha, q preferia ter descoberto um câncer ao invés desse vírus em minha vida, mesmo sabendo da dor e do tratamento com quimioterapias q provoca essa doença, pois, não suportava conviver diariamente com esse vírus q parecia residir, ao invés no meu sangue, dentro da minha mente.
    Mas, graças a Deus, por ele ter iluminado os cientistas e hoje podemos viver felizes e por muitos anos com a descoberta do tratamento com os antirretrovirais.
    Procure deixar os porquês de lado, pois isso, só faz aumentar o sofrimento e não receba esse diagnóstico como uma condenação, pois, todos morrerão um dia independente de ter o HIV, ou não.
    Jeff, vc tem o domínio das palavras, é tudo muito bem explicado de uma maneira gostosa de ler. E acredito q vc com seu Blog, suas historias, suas portagens, seus comentários, seus depoimentos e dos seus leitores, vc com certeza já ajudou muita gente.
    Te desejo meu amigo de coração, q vc seja muito FELIZ por semear tantas esperanças e que vc tenha uma VIDA LONGA e cheia de SAUDE…

    Com todo o meu carinho receba o meu forte abraço!
    Rick+*

      Viver com HIV ( 17/08/2016 - 9:42 PM )

      Amigo Rick!

      Mas que coisa bem boa receber essa mensagem sua! Muito obrigado! Sinta-se abraçado! Muito obrigado por todo o seu carinho e por toda a sua valiosa participação aqui no blog. Você pode ter certeza que está fazendo muita diferença na vida dos leitores aqui no blog ao participar comentando e/ou deixando mensagens positivas. Muito obrigado de coração!

      Um abraço

    Elisângela ( 15/08/2016 - 7:37 PM )

    Parabéns por conseguir enfrentar pois eu não estou conseguindo

    Claudio Maluf ( 23/06/2016 - 8:25 AM )

    Anderson e Solange, muita calma e se cuidem com a medicação. Eu sei que falar que vai passar pode parecer utopia, mas meus amigos…..sofri mais de um ano com depressão e chegou uma hora que eu me perguntei: Você vai querer viver sofrendo aí sozinho dentro do seu quarto enquanto todos estão vivendo felizes por aí? Foi aí que percebi que a eu estava bem fisicamente, minha saúde estava boa, meu cd4 com 1.199 e carga indetectável. Não demorem tanto tempo para serem felizes…você só morrerá de AIDS se você quiser !!!!
    Um grande abraço á todos

    Solange ( 22/06/2016 - 9:17 PM )

    Eu descobri fazem dois meses e vou no infectologista dia 1!!!! Não está fácil mais estou tentando manter o controle

      Lidia ( 19/09/2016 - 8:05 AM )

      Tenha sabedoria para receber a noticia e se adaptar a ela, voce tem como baixar sua carga viral, acho sabe Solange que quando recebemos uma noticia assim por algum motivo a “vida” esta pedindo para voce dar mais atenção a si mesma. olhar para dentro de si, e isso tudo não iria acontecer se ela soubesse que vc dá conta do recado, eu sei que deve ser uma barra receber essa noticia mas pensa sempre pelo lado bom, e nunca pelo lado ruim (sou sorodivergente) e sei tudo que meu parceiro passa, sempre falo “olhe sempre pelo lado bom, sempre”

    Anderson ( 10/06/2016 - 8:18 PM )

    Olá, descobri meu resultado positivo ontem e o primeiro paragrafo desse post não poderia ter definido melhor o que estou sentindo. Muitos amigos já me falaram pra ter calma e que eu vou conseguir viver numa boa com isso. Estou tentando me apegar nesses pensamentos e já procurei um médico pra iniciar o tratamento e tudo mais.
    Muito obrigado por escrever sobre isso, me ajudou muito a aliviar o medo que estou sentindo! <3

    Rodolpho ( 15/02/2016 - 12:10 AM )

    Cara, passei por uma situação de risco há 4 dias, ja iniciei o pep, mas só de pensar na possibilidade de ter adquirido o virus me deixou paranoico. Li este e outros posts, e me ajudaram muito. Isso q vc falou do google é vdd, eu nem sei ainda se contrai o virus, mas na minha cabeça tava me considerando ja um portador dele justamente pq fiquei pesquisando no google. Cara seu blog pode salvar vidas e ajudar muitas pessoas a nao cairem em depressao.

      Viver com HIV ( 15/02/2016 - 12:53 AM )

      Olá Rodolpho,

      Pois é, o google é uma excelente ferramenta de pesquisa, mas precisamos ter o cuidado de saber em que situação usar. Aprendi da forma mais difícil que não se pesquisa sintomas ou o que você está sentindo. Aprendi que o google é a maneira mais rápida de te fazer sofrer por antecipação quando tu pesquisa a tua saúde lá! Fico muito feliz que meu blog te ajudou de alguma forma.

      Um abraço

    Armando Costa ( 26/01/2016 - 5:29 PM )

    O exame do Meu namorado deu Positivo com um numero de 529, já fiz o meu depois de um mês do resultado dele e deu negativo. estou ajudando ele com todo amor e carinho apesar dele ser resistente. nunca vou abandonar e me afastar dele por isso, muito pelo contrario quero mais é estar perto e sempre ao lado dele pra tudo.

      Viver com HIV ( 26/01/2016 - 7:09 PM )

      Olá Armando!

      Parabéns pela tua atitude, com certeza esse apoio que tu está dando pra ele, é fundamental para o sucesso do tratamento dele. Parabéns de novo.

      Um abraço

    VIVIMETALIUN ( 19/09/2015 - 4:09 PM )

    Nunca vir um blog que falasse abertamente sobre pessoas que tenha o soro positivo,muito legal agora que eu vir visitar e confesso irei ler sobre isso,eu não tenho isso,mais ninguém informa CORRETAMENTE ou na tv ou em livros sobre ter o soro positivo. 😀

      vivercomHIV ( 19/09/2015 - 4:13 PM )

      Muito obrigado!!

      Infelizmente, a desinformação sobre o assunto é muito grande!!

      Que bom que gostou. Mesmo sem ter a doença é muito bom estar informado!! 🙂

        VIVIMETALIUN ( 19/09/2015 - 4:15 PM )

        Sim com certeza vir muitas coisas erradas na net não explicando direito isso,e vejo que aqui eu entendo melhor sobre o problema.

          vivercomHIV ( 19/09/2015 - 4:29 PM )

          É, eu não conheço tudo sobre o assunto, nem tenho essa pretensão. Mas o que sei, tento compartilhar no blog de uma forma que todos entendam!! 🙂

    Gustavo Roubert ( 18/09/2015 - 9:12 PM )

    Esse tal de Dr. Google já deve ter matado de susto gente procurou dor de cabeça e achou tumor maligno.

      vivercomHIV ( 18/09/2015 - 9:38 PM )

      Verdade!! O Dr. Google já foi a fonte de muita noia infundada na minha cabeça! Até eu aprender a não consultar ele! Sofri muito!! 😀

    Tuka ( 27/07/2015 - 10:48 PM )

    Sempre quis te dar parabéns pela tua coragem e força!!!!

      viver com HIV ( 27/07/2015 - 11:04 PM )

      Obrigado Tuka! Pelas palavras e pelo carinho! É sempre muito bom receber uma mensagem dessas!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *