Maior expectativa de vida para pessoas vivendo com o HIV

Uma nova pesquisa mostra que a distância está diminuindo entre aqueles que vivem com HIV e aqueles que não vivem com HIV.

Hoje, uma pessoa que é soropositivo de 20 anos de idade e que está em terapia antirretroviral e mantém uma carga viral baixa após o primeiro ano de tratamento, espera-se que viva até meados dos anos 70 – o que é basicamente o mesmo que um Pessoa que não é soropositivo.

Graças às melhorias na terapia antirretroviral no tratamento do HIV. Embora este tipo de terapia tem sido em usada desde meados dos anos 90, as primeiras versões dos antirretrovirais eram muito mais tóxicas com inúmeros efeitos colaterais. Em 1996, uma pessoa de 20 anos de idade que tinha estado em terapia antirretroviral por três anos só tinha uma expectativa de vida de cerca de 60 anos de idade.

A pesquisa vem de um estudo da Universidade de Bristol, no Reino Unido, no qual eles analisaram 88.500 pessoas com HIV da Europa e da América do Norte que tinham sido envolvidos em 18 estudos. Além de melhorias na terapia antirretroviral, outros fatores têm ajudado a melhorar a expectativa de vida para aqueles que vivem com HIV. Pessoas recebendo diagnóstico e tratamento mais cedo é vital, uma vez que o vírus terá menos tempo para fazer danos nocivos para o sistema imunológico do corpo.

Vale ressaltar que a pesquisa é baseada em pessoas HIV-positivos na América do Norte e Europa, onde há mais acesso a testes, cuidados e medicamentos. Pessoas em partes do mundo sem essas vantagens continuarão a sofrer curtas expectativas de vida. Aqui no Brasil, felizmente temos os mesmos antirretrovirais lançados lá. E sempre que um novo é lançado, em poucos meses já está disponível para a população brasileira

Embora inevitavelmente, com avanços na medicina vêm novos problemas e problemas, mas mensagem global é muito positiva e esperançosa para aqueles que atualmente vivem com esta condição.

Autor do Post Jeff

Eu sou o Jeff! Muito prazer! Sou soropositivo há 15 anos. Levou bastante tempo até eu aceitar essa minha nova condição e realidade, e depois de alguns percalços da vida eu levo uma vida boa e feliz! Criei esse blog para tentar te mostrar, que a vida é muito maior do que um mísero vírus e que não podemos fazer nossa vida girar em torno disso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *