Exames de carga viral serão restringidos em todo o país

A medida é temporária, mas já é válida para todo o país. O ministério da saúde divulgou uma nota técnica restringindo o exame em todo o país, segundo o ministério da saúde isso ocorre por problemas de licitação. O que ocorre é por que foram cotados 1.596 milhão de testes de carga viral do HIV, mas a compra acabou não sendo feita, pois apenas uma entidade farmacêutica se  inscreveu no pregão eletrônico.

Neste momento, o Departamento de Aids orienta estados e municípios a ofertarem os exames apenas para as gestantes infectadas pelo HIV e crianças de até 18 meses de idade para definição de diagnóstico.

Os pacientes fora do grupo de prioridade devem fazer o exame quando o estoque for regularizado. Além disso, as amostras de sangue já coletadas serão congeladas e processadas quanto tudo estiver normalizado.

Ainda de acordo com a nota do Departamento de AIDS, não são considerados pacientes prioritários os que estão em tratamento clinicamente estáveis e com o último exame de carga viral menor que 1000 cópias/ml. Como eu disse anteriormente, essa é uma medida temporária e o novo processo de compra do produto já está em andamento. Enquanto essa situação não se regulariza, talvez você enfrente alguma restrição com o seu exame de carga viral.

Autor do Post Jeff

Eu sou o Jeff! Muito prazer! Sou soropositivo há 15 anos. Levou bastante tempo até eu aceitar essa minha nova condição e realidade, e depois de alguns percalços da vida eu levo uma vida boa e feliz! Criei esse blog para tentar te mostrar, que a vida é muito maior do que um mísero vírus e que não podemos fazer nossa vida girar em torno disso.

21 Comentários em “Exames de carga viral serão restringidos em todo o país

    Roberto Boss ( 25/09/2017 - 3:28 PM )

    Olá, boa tarde, feliz em tê-lo vc conosco de novo Jeff… Se possível, me tire uma dúvida! Os exames de Carga Viral já voltaram ao normal em todo pais? Pq onde vivo estão fazendo somente em pessoas com Carga acima de 1000 e desde o meu primeiro exame que estava em 740 a 8 meses atrás não consigo fazer um novo pra saber o tão sonhado indetectável. Obrigado!

      Jeff ( 25/09/2017 - 4:25 PM )

      Oi Roberto.

      Tudo bem contigo?? Olha só, os exames de carga viral, segundo eu sei, já estão normalizados sim. Mas essa informação é recente, pode ser que o lugar onde tu faz o exame, ainda não recebeu o ok, para voltar ao normal.

      Um abraço

    Mathias ( 03/07/2017 - 11:56 PM )

    Obrigado Jeff! Saiba que vc está em minhas orações… Vc demonstra algo que falta em muitas pessoas, comprometimento com o próximo. Isso á para poucos! É um dom de Deus…Me desculpa pelas minhas paranóias, sou da área da saúde, mas viver na pele essa nova realidade tem sido uma novidade de superação, conhecimento, novas descobertas. Muito obrigado Jeff!

    Mathias ( 03/07/2017 - 3:45 PM )

    Tulio

    Logo percebi que havia um equívoco… Os nomes são bem parecidos e complicados.

    Jeff

    Eu estou desesperado pq apareceu no meu pai as mesmas manchinhas vermelhas q eu tive. Eu n sei se está ligado diretamente ao Hiv, mas eu tive manchas avermelhadas, alternada nos braços e um pouco no rosto. No meu pai surgiu tbem! Estou desesperado, e n houve outro contato a n ser pelo prestobarba…Deixei algumas vezes no banheiro e ele usou. Eu sempre sangro um pouco, mas o barbeador eu sempre dou uma lavada com água. Ele nunca usou ao mesmo tempo que eu. Com sua experiência e por já ter convivido muito tempo com isso e lidado com médicos, será que realmente n há essa possibilidade? Posso mesmo ficar tranquilo quanto a isso? N tenho ninguém experiente para conversar, vc tem sido meu escape…

    O contato q ele teve com meu barbeador foi há mais de 3 anos…

      Jeff ( 03/07/2017 - 9:11 PM )

      Oi Mathias,

      Pode ficar tranquilo sim, o vírus do HIV morre ao entrar em contato com o ar, não existe a possibilidade de infecção dessa maneira. Isso é nóia da tua cabeça! heheheh

      Um abraço

    Matias ( 27/06/2017 - 10:22 PM )

    Tulio em relação a alteração do hemograma da sua mãe foi nos linfócitos como vc disse ou nos LEUCÓCITOS? Pelo valor imagino que seja os leucócitos totais, e se assim for não está um valor considerado alarmante não, já que os padrões de referência estabelecem níveis normais até 11 mil…Qualquer virose, infecções bacterianas, inflamações podem colaborar para pequenas alterações, ou podem n representar nada clínico …Agora se for realmente linfócitos é um valor bem alto mesmo o que determina uma linfócitose, caracterizando uma infecção viral. Sou bioquímico e disso entendo bem, menos de Hiv em alguns contextos que colaboram para certas paranóias kkk….Fique tranquilo! Aliás, fiquemos…Abraço!

      Tulio ( 27/06/2017 - 10:54 PM )

      Rsrsrs foi leucócitos mesmo cujo valores de referência são 4000 a 11000.. Troco sempre esses nomes kkk

    Matias ( 27/06/2017 - 9:57 PM )

    Eu vi um vídeo do Drauzio Varella onde ele diz que lâmina de barbear não é meio de transmissão,
    que o Hiv dura apenas alguns minutos ou até uma hora em meios favoráveis à ele…em vários artigos diz que depende do volume de vírus presente, quantidade de sangue no veículo de transmissão, umidade, ph…Eles minimizam muito a possibilidade desse de tipo de contaminação. Alguns dizem que restos de sangue seco não transmitem em hipótese alguma. Mas eu não sei como é na prática, não conheço nenhum caso de contaminação cruzada com prestobarba, só conheço pessoas que foram contaminados por contaminação direta (sexo desprotegido, transfusão sanguínea, agulhas compartilhadas no uso de drogas e de mãe portadora para filhos)

    Vídeo do Drauzio https://m.youtube.com/watch?v=xxK87oC12ao

    Por isso quero saber de alguém q ja lida c esse vírus a mais tempo… Tudo é novo para nós! Medos, aflições sempre surgem…Estou confiante em Deus que tudo vai da certo Tulio! Grande abraço meu querido. Estamos juntos!

      Jeff ( 27/06/2017 - 10:24 PM )

      Matias,

      Realmente lâmina de barbear não é meio de transmissão, você pode ficar tranquilo.

      Um abraço

    Matias ( 26/06/2017 - 7:03 PM )

    Olá Jeff! Tudo bem com vc? Espero que sim…Então, estou prosseguindo com o Bactrim, o médico diminuiu as doses e alternou os dias, penso que seja até o próximo resultado de exames do CD4 e CV (ansioso rs). Agora o que tem me deixado aflito é que me lembrei que meu pai acabou usando meu “prestobarba” que acabei esquecendo no banheiro por algumas vezes… E todas vezes que vou fazer a barba eu me corto, sangra…Meu pai tbem sempre é assim. Isso tem me deixado muito, mas muito aflito, pois eu penso que já estava contaminado, mas não sabia…Sempre molhava o barbador e usava produto para barbear…Eu superei o meu caso, mas eu n me perdoaria se acabasse contaminando o meu pai e consequentemente a minha mãe. Já li muito a respeito à sobrevida do vírus em meio externo e a maioria dizem que a probalidade neste caso é mínima, quase nula…Dizem que o vírus é frágil e dura alguns minutos…Mas há muitas controvérsias…Vc sabe algo à respeito? Já ouviu falar de alguém que contraiu o vírus por causa do uso da lâmina de barbear ?

    Logo agora que estava super bem, essa aflição me atinge.
    Desde já muito obrigado meu querido!

      Tulio ( 27/06/2017 - 9:16 PM )

      Matias, sua aflição também é a minha. A minha mãe fez exames de sangue e deu linfócitos alterados mais de 12 mil. Eu li que isso pode ser uma infecção no organismo que o corpo fica combatendo… Na fase aguda do HIV, os linfócitos ficam alterados tb. O médico olhou e fez pouco caso mas eu fiquei cismado porque antes de descobrir, é mesmo após, a vi usando meu prestobarba para depilar axilas e pernas. Será que existe mesmo risco de contaminação?

        Jeff ( 27/06/2017 - 10:26 PM )

        Oi Tulio,

        Esse risco não existe, fique tranquilo.

        Um abraço

    Esperança Eterna ( 17/06/2017 - 8:57 PM )

    Oi Tulio, quero te dizer que descobri ser portadora em outubro, sofri muito durante três meses, fiz todos os exames, comecei a tomar a medicação e hoje vejo que sofri sem necessidade, estou indetectavel, portanto vida normal. Procura não encucar, todos temos direito a felicidade.

    Matias ( 13/06/2017 - 4:48 PM )

    Jeff vc é um ser iluminado, abençoado por Deus. Não imagina o quanto sua atitude proporciona bem estar para as pessoas que enfrentam essa realidade do Hiv…Eu estou superando a cada dia, comendo feito um leão rs…Me sentindo super bem…A única coisa que está me incomodado é ter que tomar o bactrim 2 X ao dia…O médico passou um esquema de 3 meses para a Toxoplasmose que estava ativa. Não questionei como Farmacêutico, estou confiando nele…espero que eu não tenha que usar essa medicação para sempre, pois aí sim ficarei triste
    .Penso que meus CD4 840 estão bons para manter uma dose de manutenção p resto da vida. vc já passou por isso? Os Antiretrovirais até então tem sido como agua, sem efeito nenhum… Graças a Deus!
    Um grande abraço!

    Tulio

    Estamos juntos! Tenho consciência de que somos mais fortes que pensamos. Eu resolvi contar para as pessoas que eu sei que me amam de verdade e querem meu bem, me senti muito mais forte com o apoio. As vezes sorrimos pq nem lembramos que eu tenho esse intruso rs…A fé em Deus aliada à adesão ao tratamento é algo maravilhoso. Um grande abraço meu querido.

      Jeff ( 14/06/2017 - 2:26 PM )

      Oi Matias,

      Muito obrigado pelas carinhosas palavras, muito bom receber um comentário desses! 🙂

      Fico muito feliz em saber que está se sentindo bem e o remédio não te deu nenhum efeito colateral, isso é realmente muito bom! E quanto ao bactrin, é necessário para manter o teu CD4 alto e te proteger de outras doenças, já que tu está com toxoplasmose. mas não te preocupe esse remédio é temporário. Eu tive que tomar por 4 meses, por conta da tuberculose que peguei. Mas hoje não tomo mais ele. Fica tranquilo que tu também não vai precisar para o resto da vida!

      Um abraço meu amigo

      Tulio ( 17/06/2017 - 11:22 AM )

      Matias,

      Eu sei Matias, mas ainda tenho sofrido com a ideia desse intruso. Por isso tem me abatido depressão. Ontem fui ao infectologista, porque faltou prescrever alguns exames, como já tinha visto aqui, só poderia começar o tratamento após curar qualquer doença oportunista. Faltou o de sífilis. Orando pra dar não realmente. Até porque já comecei o tratamento. Ela me sugeriu ir a um psicólogo por conta da depressão. Aproveitei e perguntei quanto estava meu CD 4, ela disse que está em 1074, maior que o dela, até rimos, ela me explicou que o vírus está recente e por isso ainda não atingiu meu sistema imunológico, espero que consiga ter boa adesão a esses novos medicamentos e nunca seja atingido.

    Matias ( 09/06/2017 - 10:32 PM )

    Quero parabenizar ao idealizador desse espaço, muito acolhedor e muito esclarecedor para portadores ou não do Hiv. Infelizmente, eu descobri minha condição sorologica +. Apesar de ser da área da saúde (Farmacêutico) no primeiro momento o temor, as dúvidas, as incertezas diante do futuro me amedrontaram. Contei para minha mãe, irmã e duas tias que estão me dando maior apoio. Fui diagnosticado com Sífilis latente (que já fiz o tratamento medicamentoso, esperando que deu tudo certo) e também uma toxoplasmose ativa ( que estou tratando com bactrim e azitromicina) mediante a posologia recomendada pelo meu infectologista. Por mais que eu leia, nada é como a experiência de quem convive com essa condição há mais tempo (descobri dia 3/05/2017)…Fiz meus primeiros exames e meu CD4 estava 840 (16%)… CD8 mais de 2.000… Relação CD4/CD8: 4 e carga viral 7.900 cópias. Mediante a sua experiência, você acha que esse resultado ainda está bom?

    Meu infecto me assustou com muita positividade, afirmando que eu vou ter uma vida normal me tratando, chego a pensar que é apenas uma forma de me animar mais rs…Inclusive já estou há 1 mês tomando antirretrovirais (dolutegravir+ Lamivudina+ Tenofovir–2+1…1 X ao dia) e não senti absolutamente nada de efeito colateral, as vezes chego a pensar que nem efeito está fazendo, mas sei que é um esquema quase nulo de efeitos. Graças a Deus! Tenho eles como bons amigos, meus aliados…
    O meu único medo é dessa Toxoplasmose, inclusive descobri o Hiv por causa dela pois tive alterações nos lifonodos e febre e o medico pediu bateria de exames. Será que terei que tomar medicamento para ela p resto da vida? Vc sabe de alguém que passou por isso? Os antiretrovirais n me causam nada, mas estou tendo repulsa dos antibióticos. Estou me alimentando bem, me sentindo bem, forte, e sem hipocrisia estou muito feliz apesar de tudo porque sei que Deus tem me permitido viver. Ele é o dono da vida! Tenho fé…Desde já lhe agradeço e que Deus te abençoe muito nessa jornada.

      Jeff - Viver com HIV ( 10/06/2017 - 10:05 AM )

      Oi Matias!

      Muito obrigado pelas palavras de carinho ao meu blog e a mim, me deixa muito feliz em saber que você se sente acolhido no meu blog, essa é foi minha intenção desde que criei ele! 🙂

      O seu infectologista não quis só te animar não, até porque os médicos, em sua maioria, são muito diretos, se não tem algo bom eles falam logo de cara. Mas no seu caso, sim, você vai ter uma vida normal, longa e feliz se continuar com o tratamento. Os teus resultados estão muito bons. Um CD4 de 840 ainda é considerado alto (o que é muito bom) e a tua carga viral, não está alta (o que também é muito bom)! Como você já está em tratamento, é muito provável que nos próximos exames a tua carga viral já esteja indetectável, como eu disse é provável, não se desespere se não estiver, você chega lá, e não se preocupe, o remédio está fazendo o efeito que deveria sim! Você não sentiu nada, pois o remédio que você está usando é muito bom! O melhor que há!

      Um abraço

        Tulio ( 10/06/2017 - 11:32 PM )

        Que coisa boa Matias, eu também adorei esse site, foi que confortou meu coração, nem precisei ir ao psicologo como minha infectologista me sugeriu. Eu comecei meu tratamento tem 10 dias com essa mesma medicação que você relatou e após os 5º dia sinto dores de cabeça todos os dias o dia todo. Passo a mão no meu pescoço não sinto mais os inchaços dos gânglios como estavam antes mas eles estão doloridos de novo. Semana que vem vou relatar esses sintomas a minha médica para saber se isso é ou não é efeito colateral. Já estou mais calmo inclusive e até agora não contei nem pra minha sombra da minha nova condição. Será que eu devo mesmo contar, tenho medo porque minha mãe já tem uma saúde frágil e ela pode ficar assustada achando que vou morrer logo.

          Jeff - Viver com HIV ( 11/06/2017 - 10:49 AM )

          Oi Tulio,

          Só você é quem vai saber o momento certo de contar e para quem contar, mas saiba que depois que você conta para alguém, você se sente muito bem, é uma pessoa a mais para dividir esse fardo. Você vai sentir um alívio muito grande e uma enorme satisfação de ter alguém para conversar sobre isso. E quanto a sua preocupação de assustar a pessoa que você vai contar, arme-se com fatos. É muito provável que a pessoa que você vai contar, não sabe nada sobre a doença. Você tem que mostrar para essa pessoa, que ter HIV hoje em dia, não é mais uma sentença de morte, descontrua a imagem deturpada que a pessoa tem do HIV. Que o monstro não é do tamanho que pintamos! Se for necessário, leve a pessoa que tu vai contar ao seu infectologista, o seu médico vai passar uma segurança extra de que tudo vai ficar bem!

          Boa Sorte

      Eduardo ( 13/06/2017 - 2:46 AM )

      Que legal, Matias. Muito bom! Qual foi o seu médico??

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *